Tanque na reserva? Veja por que evitar

Tempo de leitura: 1 minuto

Com os altos preços da gasolina, por mais tentador que seja economizar combustível, a prática de abastecer o veículo apenas quando o tanque entrar na reserva deve ser evitada.

Resíduos da reserva

A reserva, ou o “fundo” do tanque, pode acumular impurezas do combustível que se assentam com o tempo. Usar sempre o tanque na reserva pode fazer com que estes resíduos entrem na bomba e provoquem falhas de funcionamento. Além disto, nem todos sabem, mas o combustível também é utilizado como meio de resfriamento da bomba, que, para funcionar corretamente, deve estar totalmente submersa em combustível. Se o tanque está quase vazio, o superaquecimento dessa estrutura pode acontecer, causando sérios danos ao veículo.

tanque-reserva-porque-evitarUse somente em último caso

Fique sempre atento ao nível de combustível e use a reserva apenas em casos de emergências. Um dos primeiros problemas é o risco de acontecer uma pane seca. Uma vez que não se sabe a quantidade exata de combustível restante, fica impossível estimar quantos quilômetros ainda é possível percorrer. Além do carro ficar parado no meio da rua, o motorista ainda é multado, perde pontos na carteira e tem o veículo guinchado.

 

Para receber mais dicas automotivas, assine nosso newsletter.  Para conhecer o Carlider, acesse www.carlider.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *